foto1.pngfoto3.jpgfoto4.pngfoto6.jpg

 Rádio Portalegre A Mais Ouvida do Alentejo - 31 Anos ao Serviço da Região

Fique Em Casa / Cumpra as Normas da DGS / Proteja-se Por Si e Pelos Outros

Arronches:lar improvisado na CAESA foi encerrado e utentes recolocados em outras instituições

Foto: O lar de idosos improvisado na Cooperativa Agrícola de Esperança e Arronches (CAESA) foi encerrado este sábado sendo que os 23 utentes daquele espaço foram recolocados em outras instituições do distrito de Portalegre. A notícia foi confirmada à Rádio Portalegre pela provedora da Misericórdia de Arronches, Deolinda Pinto, que não quis prestar declarações gravadas, mas admitiu estar muito “abalada” com esta situação.A Misericórdia de Arronches foi notificada pela Segurança Social, a primeira vez, no dia 19 de fevereiro deste ano, para proceder ao encerramento do lar improvisado na CAESA, pelo facto daquela resposta social estar em atividade “sem que o funcionamento esteja devidamente autorizado através de acordos de cooperação ou autorização provisória de funcionamento”.De acordo com o documento, ao qual a Rádio Portalegre teve acesso, as obras do lar da Misericórdia de Arronches, no edifício sede da instituição, estão concluídas, encontrando-se esgotada a sua capacidade física, com uma ocupação efetiva de 31 utentes, tendo sido verificada a continuidade de ocupação no lar improvisado na CAESA.O lar improvisado na CAESA estava em funcionamento desde 2007, num espaço cedido pela Câmara Municipal de Arronches.O lar de idosos improvisado na Cooperativa Agrícola de Esperança e Arronches (CAESA) foi encerrado este sábado sendo que os 23 utentes daquele espaço foram recolocados em outras instituições do distrito de Portalegre.

A notícia foi confirmada à Rádio Portalegre pela provedora da Misericórdia de Arronches, Deolinda Pinto, que não quis prestar declarações gravadas, mas admitiu estar muito “abalada” com esta situação.

A Misericórdia de Arronches foi notificada pela Segurança Social, a primeira vez, no dia 19 de fevereiro deste ano, para proceder ao encerramento do lar improvisado na CAESA, pelo facto daquela resposta social estar em atividade “sem que o funcionamento esteja devidamente autorizado através de acordos de cooperação ou autorização provisória de funcionamento”.

O lar improvisado na CAESA estava em funcionamento desde 2007, num espaço cedido pela Câmara Municipal de Arronches.

Susana Mourato