foto1.pngfoto3.jpgfoto4.pngfoto6.jpg

alentejo2020

Covid-19:Números dos municípios apontam para situação epidemiológica mais grave no distrito de Portalegre quando comparados com os divulgados pela ULSNA

A imagem pode conter: texto que diz "COVID-19 no Distrito de Portalegre"

(Por Gabriel Nunes) - Os dados divulgados pelos municípios relativos à situação epidemiológica no distrito de Portalegre mostram números muito mais preocupantes do que aqueles que são reportados pela Unidade Local de Saúde do Norte Alentejano (ULSNA).

 

A discrepância mais evidente diz respeito ao total de casos ativos, com a ULSNA a apontar para a existência de 832 pessoas infetadas, contra as 1.117, reportadas pelo conjunto dos quinze municípios do Alto Alentejo, ou seja uma diferença de 285 infeções.

Em Elvas, por exemplo, a Câmara Municipal indica existirem 338 casos ativos no concelho, enquanto a ULSNA reporta 229, ou seja uma diferença de 109 pessoas infetadas.

Além de Elvas, existem mais sete municípios do Alto Alentejo que apresentam números muito superiores aos divulgados pela ULSNA, nomeadamente, Arronches (+47), Alter do Chão (+22), Campo Maior (+39), Crato (+12), Monforte (+17), Ponte Sor (+22), e Sousel (+17).

Relativamente ao número de óbitos associados à Covid-19 no distrito de Portalegre a diferença entre os dados divulgados pelos municípios e ULSNA é muito pouco significativa. As autarquias apontam para a existência de 79 mortos enquanto a Unidade Local de Saúde do Norte Alentejano reporta 77 desde o começo da pandemia.