foto1.pngfoto3.jpgfoto4.pngfoto6.jpg

 Rádio Portalegre A Mais Ouvida do Alentejo - 31 Anos ao Serviço da Região

Portalegre/Dia da Cidade:Presidente da Câmara "atira pedras" à Comissão de Coordenação da Região Alentejo

Foto de Rádio Portalegre.

(Por Gabriel Nunes) - A presidente da Câmara de Portalegre acusou a Comissão de Coordenação da Região Alentejo de “esquecer drasticamente” o Alto e o Baixo Alentejo, no que diz respeito à distribuição dos fundos comunitários.

 

 

Para Adelaide Teixeira “esta descriminação é bem evidente” quando se olha para os números e nos deparamos, com “quase 93 por cento de fundos aplicados em Évora e os restantes míseros 7 por cento para repartir por Beja e Portalegre”.

No discurso de encerramento da sessão comemorativa dos 468 anos de elevação de Portalegre a cidade, a autarca afirmou ser “aviltante” olhar para estes números quando se fala tanto no Interior e em discriminação positiva.

Para se contrariar “estes números depressivos e o esquecimento sucessivo a que nos votaram”, Adelaide Teixeira defende que é preciso agir, procurando investidores e apoiando o investimento privado e as empresas.

A autarca enviou ainda um recado ao Governo para que seja consequente com o que tem vindo a afirmar e que seja capaz de olhar para país como um todo e mobilize recursos para onde mais falta fazem.

Falando para mais de duas centenas de pessoas, que encheram o Centro de Congressos da Câmara, a edil alertou ainda para a necessidade de “uma atenção mais cuidada” por parte das mais altas instituições em relação às Tapeçarias de Portalegre, que se encontram a iniciar a candidatura a Património Imaterial da Humanidade pela UNESCO.

Adelaide Teixeira concluiu o discurso asseverando que continuará a pugnar pela construção em Portalegre, do novo Centro de Formação de Praças da GNR.

O presidente da Assembleia Municipal de Portalegre, Luís Testa, por seu turno, defendeu que “Portalegre deve reinventar-se a cada dia”, com o intuito de “procurar novas fontes de progresso e novos destinos para a cidade e concelho”.

A sessão solene dos 468 anos da elevação de Portalegre a cidade abriu com a atribuição de 13 Medalhas de Mérito Municipal Grau Ouro e 6 Grau Prata a personalidades e instituições.