foto1.pngfoto3.jpgfoto4.pngfoto6.jpg

 

 Rádio Portalegre A Mais Ouvida do Alentejo - 30 Anos ao Serviço da Região

Sindicato dos Enfermeiros diz que carência destes profissionais de saúde em Portalegre "é um caso de pasmar"

Resultado de imagem para enfermeiros(Por Gabriel Nunes/Carla Aguiã) - O Sindicato dos Enfermeiros Portugueses (SEP) diz que a carência destes profissionais de saúde, em Portalegre, “é um caso de pasmar que em algumas circunstâncias vai contra a legislação”.

Em declarações à Rádio Portalegre o dirigente do SEP, Edgar Santos, indicou que as situações mais graves acontecem no hospital de Portalegre, onde houve “uma redução do número de enfermeiros nos turnos da noite”, bem como na Urgência Básica de Ponte de Sor, que “conta apenas com dois enfermeiros por turno”.

 

Segundo Edgar Santos, o Ministério da Saúde, contactado pelo SEP referiu não ter recebido da Unidade Local de Saúde do Norte Alentejano (ULSNA) qualquer pedido para a admissão de novos enfermeiros.

Edgar Santos falava à Rádio Portalegre na sequência da greve dos enfermeiros agendada para quinta e sexta-feira, dias 13 e 14 de outubro.