foto5.png

Marvão:Câmara e Universidade de Évora oficializam instalação de pólo universitário na Beirá dedicado à arqueologia

Um pólo da Universidade de Évora (UE) dedicado aos estudos arqueológicos vai ser instalado na aldeia de Beirã, no concelho de Marvão. A oficialização da parceria foi celebrada, sexta feira, com a assinatura do protocolo entre a Universidade de Évora e a Câmara de Marvão.

O pólo da UE vai ficar instalado em edifícios cedidos pelo Município, sendo que as obras de reabilitação dos espaços deverão arrancar “em breve”, para que tudo esteja preparado para acolher no próximo ano investigadores, docentes e alunos.

O vice reitor da Universidade de Évora, Manuel Cancela D’Abreu, considera o pólo universitário, em Marvão, uma estrutura fundamental para alunos e investigadores exercerem o seu trabalho na área da arqueologia.

Para o presidente da Câmara de Marvão, Vitor frutuoso, a instalação do pólo universitário naquele concelho alentejano, é “mais um contributo” para que a região do Alto Alentejo se mantenha “viva” e em particular a aldeia de Beirã, que nos últimos anos “ficou empobrecida” com o fecho da estação de caminhos-de-ferro.

Para além de uma sala de aulas e espaço laboratorial, o pólo universitário poderá acolher, em pernoita, até 15 pessoas.

Gabriel Nunes/Susana Mourato