foto1.pngfoto3.jpgfoto4.pngfoto6.jpg

alentejo2020

Covid-19:Governo aperta restrições de confinamento para travar agravamento da pandemia em Portugal

A imagem pode conter: uma ou mais pessoas, texto que diz "REPUBLIC PORTUGU +A"

(Por Gabriel Nunes) - O Governo decidiu proibir a venda ou entrega ao postigo, de qualquer tipo de bebida, incluindo café, em estabelecimentos do ramo alimentar, mesmo que autorizados a praticar take-away.

O anuncio foi feito pelo primeiro-ministro, António Costa, esta segunda feira, no final da reunião do Conselho Ministros, onde foi decidido agravar as medidas do novo confinamento geral, decretado no dia 15, para travar a escalada de novos casos e mortos associados à Covid-19, em Portugal.

 

Entre as medidas anunciadas por António Costa destacam-se ainda a obrigatoriedade dos estabelecimentos de qualquer natureza encerrarem às 20:00 nos dias úteis e às 13:00 aos fins-de-semana. A exceção é o retalho alimentar, incluindo os supermercados, que ao fim-de-semana podem estar abertos até às 17:00.

Foi também decidido encerrar todos os espaços de restauração em centros comerciais, mesmo em regime de take-away, bem como proibir a permanência e o consumo de bens alimentares à porta de estabelecimentos ou nas suas imediações.

É reposta a proibição de circulação entre concelhos aos fins-de-semana no território continental, e está proibida a permanência em espaços públicos de lazer, tais como jardins, apesar de os mesmos poderem ser frequentados.

O encerramento das escolas era uma das medidas defendidas por muito especialistas mas o Governo optou por manter todos os estabelecimentos em funcionamento.

O executivo, liderado por António Costa, decidiu ainda autorizar a reabertura dos ATL.